47% dos Internautas pesquisam sobre o produto antes de realizar a compra em uma loja física
20 de setembro de 2018
Popularidade dos eSports tem aumentado no Brasil
27 de setembro de 2018

Minas Gerais registra alto número de roubos e furtos de celulares

Por Quézia Prado (4º período de Jornalismo).

Os smartphones estão cada vez mais tecnológicos e substituindo outros recursos, como
câmera, gravador, a tradicional agenda de papel e muitos outros. Por causa disso, a
necessidade de usar o telefone em público torna-se inevitável. No ponto de ônibus ou
dentro do próprio coletivo, no táxi, no semáforo e em qualquer outra oportunidade é
hora de entrar nas redes sociais, conferir os compromissos do dia e até mesmo tirar uma
selfie.

Esse cenário de celulares em mãos é oportuno para os criminosos, e os dados da
Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) comprovam: Nos três primeiros
meses de 2018 foram contabilizados mais de 27 mil celulares roubados ou furtados em
Minas Gerais.

Em uma situação corriqueira, fazendo uma simples ligação, em uma das mais
movimentadas avenidas da cidade. Foi assim que a valadarense Paloma Sabadini (23)
foi vítima de uma tentativa de furto: “Estava na Avenida Minas Gerais indo fazer uma
ligação para o trabalho, quando dois adolescentes passaram de bicicleta e pegaram meu
celular. Saí correndo atrás deles, e várias pessoas também, porque eu estava gritando.
Conseguiram pegar os adolescentes, e eu recuperei meu celular, que ficou um tempo na
polícia, mas no final eu consegui meu celular de volta e acabei não prestando queixa, e
hoje em dia eu não mexo no celular na rua de forma alguma.”

O investigador da Polícia Civil Enock Lopes dá dicas para evitar um incidente como o
de Paloma: “Evite ao máximo usar ou manusear o celular enquanto estiver transitando
pelas vias públicas e principalmente se for no período noturno. Pois ao andarmos
conversando ou teclando no celular, ficamos um pouco desatentos ou desapercebidos de
tudo que se passa ao nosso redor, nos tornando assim um alvo muito fácil para os
ladrões.”
Mas se, mesmo com esses cuidados, o aparelho celular for roubado ou furtado: Calma!
Há alguns meios de bloquear o smartphone, como através da central online lançada em
julho deste ano pelo governo mineiro, para bloqueio de celulares roubados ou furtados.
A solicitação de bloqueio é feita pela Internet e pode ser efetuada dentro de 48 horasdepois da ocorrência.

O aparelho é bloqueado pela Central de Bloqueio de Celulares do
Estado De Minas Gerais (CBLOC), e o dono do celular não perde o número.
Infelizmente, situações de roubos e furtos são triviais no dia a dia das grandes e
pequenas cidades, por isso, o investigador ainda dá ênfase em uma dica importante:
“Nunca reagir, caso tenha seu celular roubado ou furtado. Pois a sua vida é o bem
maior. E assim que possível, após o fato procurar um posto da Polícia Militar ou uma
delegacia da Polícia Civil para fazer o boletim de ocorrência.”
Assim como Paloma, é comum as vítimas não registrarem o boletim de ocorrência. Mas
apenas através do registro é que os crimes poderão ser investigados e combatidos.

 

Legenda:A dica é: Tentar usar o aparelho celular sempre em locais fechados. Créditos: João Emanuel  (4º período de publicidade)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *